terça-feira, 6 de setembro de 2016

Os desviados e as potencialidades humanas

Durante muito tempo os LGBTs eram vistos como desviados. Este conceito, naturalmente é fruto da heteronormatividade. Uma vez que ser heterossexual é o "caminho", se você é homossexual, você está desviado do caminho.

Podemos dizer que hoje em dia isso mudou muito. Ainda que muitos achem a homossexualidade um desvio, atualmente é possível ser homossexual e seguir um "caminho" de vida tão digno quanto qualquer outro.

Resultado de imagem para gay wedding

É inegável que a inclusão LGBT é bastante positiva; no entanto, gostaria de chamar a atenção para um fato que frequentemente passa despercebido: a força que possui o "desviado" em uma sociedade .

Toda sociedade tem um sistema social que exclui ou inclui certos comportamentos e isso é o que a caracteriza como sociedade. Cultura e moral são elementos que incluem ou excluem indivíduos. Naturalmente alguns destes elementos culturais e moralizantes podem ser injustos e sem sentido e até mesmo cruéis e é por isso que tanto a cultura quanto a moral mudam com o tempo.

Resultado de imagem para excluídos da sociedade

Mas quero chamar a atenção de que naquele mundo de excluídos pela sociedade existia uma Vida pulsante. Quando você está fora da sociedade, você consegue ver as coisas com mais clareza, sagacidade e vivacidade. Podem reparar que ao longo da história humana grandes pintores, escritores, poetas e artistas de maneira geral são homossexuais.

Isso não acontece, a meu ver, apenas porque ser homossexual lhes dá uma "essência" diferenciada. Isso ocorre em grande parte porque a sociedade lhes empurrou para uma situação em que tiveram que buscar força e vivacidade para sobreviver. Uma das obras mais produtivas de Renato Russo foi quando ele descobriu que estava com HIV. Igualmente, embora eu não concorde com muitas coisas no pensamento de Foucault, sua história de vida o permitiu escrever uma das mais brilhantes obras intelectuais do Ocidente. Cazuza já dizia "Viver é bom, nas curvas da estrada".

Resultado de imagem para curvas da estrada

Assim, gostaria de deixar ao leitor a reflexão de como havia e há vida em todos aqueles desviados, em todos os excluídos pela sociedade, bem como muito sofrimento. Este sofrimento relativo muitas vezes parece ser bastante transformador e enriquecedor. Às vezes ser "normal" é ser patético.

E vocês, o que pensam sobre isso?

Amor e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário