terça-feira, 13 de setembro de 2016

Os LGBTs e a ideia de sinais

Reza a lenda que no início do Catolicismo havia um grande debate para descobrir quais livros da Bíblia eram legítimos e quais eram ilegítimos. Havia vários deles na época e ninguém mais sabiam quais eram os verdadeiros. Até que, no meio da discussão, em um determinado Concílio, entrou uma ventania e derrubou vários livros. Aqueles que ficaram de pé foram interpretados como sendo os livros da Bíblia que seriam os verdadeiros e os que caíram seriam os falsos. 

Resultado de imagem para livros caídos

Não sei se essa história aconteceu de verdade, mas o que quero discutir aqui é a noção de sinais.

Em todo o mundo podemos ver, como prática espiritual, pessoas que acreditam que Deus ou os deuses (ou também espíritos) falam com elas por meio de sinais. É uma porta que abre, é um ônibus que você perde e em seguida ele bate, é uma pessoa que você encontra e te fala algo que você precisa ouvir, um livro que aparece "do nada" te dando uma mensagem "divina", é um animal que surge ou ainda um cometa que passa. Existe toda uma cultura espiritual que alega existir "sinais" espirituais por meio de situações materiais. 

Resultado de imagem para sinais espirituais

Do ponto de vista racional é bem difícil acreditar nisso. Isso porque precisaríamos afirmar que existe uma "inteligência espiritual" que atua diretamente no mundo material para lhe ensinar individualmente alguma coisa, lhe indicar um caminho ou sugerir acontecimentos futuros, como um gato preto que traz mal agouro ou um trevo de quatro folhas que traz sorte. Pessoalmente confesso que nem sei se acredito nisso, pois tal perspectiva beira o fantasioso. Será mesmo que existe um mundo espiritual falando exclusivamente COMIGO?

Por outro lado, é inegável que tal postura de vida traz alguma magia ao cotidiano e nos traz um pensamento subjetivo e abstrato que pode ser extremamente positivo. Mas também pode levar a crendices de toda sorte e fazer as pessoas encontrarem pelo em casca de ovo, achando que tudo é um "sinal de Deus".

Resultado de imagem para sinais espirituais

Do ponto de vista LGBT, essa ideia de sinal nos atinge de muitas formas. Isso porque tem milhares de pessoas que acreditam que terremotos e furacões é um "sinal de que Deus está furioso com a humanidade pela aprovação do casamento homoafetivo". Ou ainda, alguns dizem que a aprovação do casamento homoafetivo seria um sinal do fim dos tempos.

Resultado de imagem para fim dos tempos

Contrariamente a essa perspectiva, podemos crer que a aprovação dos casamentos homoafetivos e a inclusão dos LGBTs na sociedade pode ser um sinal da evolução da humanidade e das consciências individuais. Ou ainda pode ser um sinal da Era de Aquário.

Resultado de imagem para era de aquario

Do meu ponto de vista, tenho uma relação muito ambígua com essa coisa de "sinais" sejam eles dados por Deus, pelos astros, por espíritos ou por entidades. Gostaria muito de acreditar nessas coisas mas meu lado racional me mantém cético.

E vocês, qual a relação que têm com estes "sinais" do mundo espiritual para o mundo material? Acreditam nisso? O que têm a dizer sobre isso?

Resultado de imagem para sinais espirituais

Amor e Paz


Nenhum comentário:

Postar um comentário